Brasil deve agir com urgência para evitar enfraquecimento da luta contra a escravidão moderna, alertam especialistas da ONU

ONU

Especialistas em direitos humanos das Nações Unidas pediram nesta quarta-feira (8) ao governo do Brasil que adote ações urgentes para pôr um fim a medidas que possam reduzir a proteção das pessoas contra a escravidão moderna e fragilizar os regulamentos corporativos. Em declaração conjunta, solicitaram que o governo reverta permanentemente a portaria ministerial 1129, criticada por limitar a definição de escravidão contemporânea.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

“A era do ‘funcionário bom é funcionário estressado’ está acabando”

Especialista em medicina comportamental, Ricardo
Monezi fala sobre o esgotamento profissional chamado
de burnout, mal que ataca indivíduos e empresas

african-1748036_1920

Metas a serem batidas a todo e qualquer custo, pressão por entrega de resultados, estresse como demonstrativo de comprometimento, horas extras como sinal de dedicação. E, no final, a falta de reconhecimento do chefe. Parece uma descrição do que um ambiente corporativo nunca deveria ser. Mas, infelizmente, descreve a realidade do que ele foi por muitos anos — e ainda é — em muitas empresas brasileiras. E uma das consequências mais graves foi o diagnóstico frequente nos últimos anos de funcionários com uma síndrome que vai além do estresse, depressão e ansiedade — e que, na verdade, pode unir tudo isso. Trata-se do burnout, o esgotamento profissional profundo. Ele pode se refletir em vários aspectos da vida pessoal, levar a doenças sérias, como desenvolvimento de tumores, e até ao suicídio.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Neurocientista do MIT tem uma receita infalível para o estresse

Para Tara Swart, a ciência provou que conviver durante muito tempo com incertezas reduz a produtividade

Tara Swart: deve-se tomar mais água e andar antes de reuniões importantes (Vianney Le Caer/Rex/Shutterstock)

Tara Swart: deve-se tomar mais água e andar antes de reuniões importantes (Vianney Le Caer/Rex/Shutterstock)

Em meio a qualquer crise, ninguém escapa à rotina de incertezas. Eis uma receita infalível para o estresse.  “A sensação de falta de controle faz o organismo produzir o hormônio cortisol em maior quantidade”, diz a psiquiatra britânica Tara Swart.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Estresse: quando a faculdade vira “máquina de moer gente”

Universidades devem prestar maior atenção à situação física e emocional de seus alunos, defende estudo

grinder-710572_1920

Páginas populosas de universitários nas redes sociais e memes que viralizam fazendo humor com a sobrecarga de trabalho a que este grupo é submetido, principalmente na época de provas e entregas de trabalho. As brincadeiras tentam cumprir um papel de válvula de escape para a tensão. Mas a despeito delas, o estresse pode ser um problema sério na vida de quem estuda.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Jovem pede folga para cuidar da saúde e e-mail de CEO surpreende

A profissional compartilhou a troca de e-mails com o chefe no Twitter

(Reprodução/Twitter/Veja SP) Cada vez mais, fica claro que a saúde mental é tão importante quanto a saúde do seu corpo. No entanto, ainda é raro encontrar empresas e funcionários que se preocupem com o bem estar de seus funcionários e colegas. No dia 30 de junho, a desenvolvedora online Madalyn Parker, publicou um tuíte que chama atenção para a resposta de um chefe a um pedido muito incomum.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

A importância de ficar à toa

O neurocientista Andrew Smart mostra, por meio de pesquisas com o cérebro, que, além de ajudar na criatividade, o ócio faz bem para a saúde e é fundamental para o autoconhecimento

meerkat-459171_1920

Quanto mais manuais se vendem sobre foco e produtividade, menos tempo livre parecemos ter. Será que estamos andando na direção errada? Essa é uma das perguntas levantadas pelo neurocientista americano Andrew Smart, de 39 anos, pesquisador da Universidade de Nova York. O interesse pela questão do foco e do gerenciamento do tempo veio após um estudo que fez propondo uma terapia não-medicamentosa para jovens com déficit de atenção.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Mobbing: o assédio moral no trabalho

O assédio moral no trabalho, ou mobbing, se tornou algo muito comum nos últimos anos. Trata-se de um fenômeno emergente na vida social e profissional que requer um tratamento rigoroso devido às múltiplas consequências que pode originar.

Esta situação não só acarreta problemas psicológicos, como também pode afetar o desempenho da atividade profissional e o ambiente da pessoa que sofre com ela, sendo uma situação, na maioria dos casos, difícil de demonstrar.

glass-containers-1205611_1920

O assédio moral no trabalho pode não só destruir o ambiente de trabalho e/ou reduzir a produtividade, como também pode favorecer o absenteísmo, devido ao desgaste psicológico que ele provoca. É considerado um abuso de autoridade. A pessoa que o coloca em prática procura apenas manter o seu poder em situações em que a vítima é uma ameaça por algum motivo.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Pesquisa mostra que colaboradores felizes no trabalho tendem a produzir mais e melhor

african-1748036_1920

Consultores, pesquisadores e profissionais que se dedicam ao estudo das relações de trabalho e do mundo corporativo já descobriram o diferencial dentro das empresas que deverão se manter competitivas no mercado no próximos anos: elas têm um ambiente de trabalho saudável, positivo e harmonioso. A equação é simples: trabalhadores felizes tendem a ser mais produtivos e, consequentemente, a empresa será mais lucrativa.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Afinal, para que tanta pressa?

pedestrians-1209316_1920
Você acorda cedo, toma café correndo, um banho apressado e percebe que mesmo assim está atrasado? Na sua empresa, muita pressão para entregar um relatório que era para estar pronto há algum tempo? Na hora do almoço, mal dá tempo de sentar e comer? Isso sem falar no resto do dia. Cuidado. Você pode estar sofrendo da doença da pressa.

Como suicídio de funcionária exausta levou à renúncia do presidente de gigante japonesa

Mãe de Yukimi Takahashi com foto da filha
Yukimi, mãe de Matsuri Takahashi, mostra foto da filha, que se matou com 24 anos – Foto: GETTY IMAGES

O presidente da principal agência de publicidade do Japão anunciou sua renúncia ao cargo após o suicídio de uma funcionária que se dizia física e mentalmente exausta por causa do excesso de trabalho.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading