Uma noite maldormida já é suficiente para o corpo estocar gordura

Estudo alerta: passar uma única noite em claro muda a atividade de genes associados à obesidade e o diabetes. Para pior.

bear-1383980_640

Atire o primeiro travesseiro quem não perde pelo menos uma noite de sono na semana porque ficou até tarde… [insira aqui o motivo que faz você ir para a cama de madrugada]. Que erro! Dormir poucas horas (ou nenhuma) em um único dia já é suficiente para provocar alterações no funcionamento do DNA que podem causar problemas de saúde a curto e a longo prazo.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

O que NÃO falar para quem tem problemas psiquiátricos [sincerão]

Vale para depressão, ansiedade, burnout, síndrome do pânico, boderline e vários outros

cat-334383_640

Eu, que mandei este texto para você, não quero ser mal educado, apesar da pessoa que escreveu parecer um pouco rude as vezes. Mas, relaxa, a colega só toma um remedinho que deixa ela sincera demais, só que as dicas você ainda precisa saber, tá? Com muito carinho.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

O que fazer? NADA

Aos poucos, a valorização do ócio vem saindo do discurso pra virar uma prática. E com o aval dos especialistas: o nada é fundamental também para a saúde

feet-932346_640

Quando trabalhava como redator em uma agência de PR na Inglaterra, o fundador da revista Wired David Baker acompanhou um caso que mudou sua vida. Na época, fi m dos anos 80, um gerente da empresa trabalhou tantas horas seguidas que teve um colapso.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Depressão: O segredo de todas as famílias

Onze milhões e meio de brasileiros sofrem oficialmente de depressão, segundo a OMS

O músico Iván Ferreiro em seu estudo em Gondomar (Espanha). OSCAR CORRAL EL PAÍS

O músico Iván Ferreiro em seu estudo em Gondomar (Espanha). OSCAR CORRAL EL PAÍS

“Saia e conte para alguém.” Foi a resposta de Harvey Milk quando um jovem lhe perguntou como poderia ajudar a combater o estigma da homossexualidade. Quarenta anos depois, o escritor Andrew Solomon repete o conselho do ativista gay norte-americano, mas para vencer outro tabu: a incompreensão e a vergonha que cercam quem sofrem de depressão. Solomon, escritor e professor de Psicologia em Columbia, fez disso uma cruzada pessoal. E luta para romper o silêncio que acompanha um transtorno que já afeta 2,5 milhões de espanhóis – os diagnosticados, já que muitos nem sequer se atrevem a confessar o que sentem. No Brasil, 5,8% da população sofre da doença, o que representa 11,5 milhões de brasileiros, segundo a OMS.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Estudo elege os nove alimentos que aliviam a ansiedade

Entre eles estão o iogurte, o ovo e até o chocolate

girl-2626753_1280

ansiedade, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, é uma condição caracterizada por preocupação excessiva diante de situações consideradas preocupantes ou estressantes. Quem sofre com esse distúrbio psicológico, que apresenta uma gama de sintomas, enfrenta muitas dificuldades no dia a dia, mesmo em situações menos estressantes. Algumas pessoas experimentam o problema apenas em momentos de nervosismo intenso, que podem ocorrer muito raramente.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

É frescura

Se eu fizesse uma relação das frases que alguém com Burnout mais detesta ouvir, com certeza a primeira da lista é a que dá título a esse post.

boy-509488_1280

Vivemos em uma sociedade acostumada a não dar valor para doenças emocionais ou psicológicas, porque elas são invisíveis. Como eu gosto de dizer, Burnout é diferente de uma perna quebrada, que todos vêem. Burnout é silencioso, sorrateiro e te pega na curva. E NIN-GUÉM vê.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

‘O ambiente de trabalho está matando as pessoas’

Para especialista, as longas jornadas e a insegurança deixam as pessoas doentes e cortam produtividade

Jeffrey Pfeffer, professor de comportamento organizacional na Graduate School of Business, da Universidade de Stanford. Foto: Universidade de Stanford

Jeffrey Pfeffer, professor de comportamento organizacional na Graduate School of Business, da Universidade de Stanford. Foto: Universidade de Stanford

Empresas estão criando locais de trabalho tóxicos, com insegurança sobre o emprego e longas horas de trabalho, o que têm derrubado a produtividade de funcionários. Essa é a avaliação do professor de Stanford, Jeffrey Pfeffer, especialista em comportamento organizacional. Confira os principais trechos da entrevista.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading