Cobrança excessiva e assédio moral favorecem lesões no trabalho

Estudo na revista “Saúde e Sociedade” mostra relação entre cobrança, assédio e as chamadas lesões por esforço repetitivo

stress-624220_640

O trabalho que se repete diariamente, acompanhado de esforço, acaba gerando dores e prejuízos à saúde – são os chamados “transtornos traumáticos cumulativos”. Artigo publicado na revista Saúde e Sociedade apresenta resultados de uma pesquisa que enfocou o transtorno conhecido por LER (Lesões por Esforços de Repetição) ou DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho).

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

‘Hoje o indivíduo se explora e acredita que isso é realização’ – diz o filósofo sul-coreano Byung-Chul Han

burned-down-252232_640

“A sociedade do século XXI não é mais a sociedade disciplinar, mas uma sociedade de desempenho. Também seus habitantes não se chamam mais “sujeitos de obediência”, mas sujeitos de desempenho e produção. São empresários de si mesmos”
– Byung-Chul Han, em “Sociedade do Cansaço”.[tradução Enio Paulo Gianchini]. São Paulo: Editora Vozes, 2015.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Sua empresa se preocupa com a sua saúde?

adult-2449725_640

Uma das principais preocupações das empresas deve ser com o bem-estar dos seus colaboradores, principalmente quando o tema é saúde do trabalho. Ter todos os funcionários trabalhando de forma produtiva é o ideal para as organizações, mas por diversos fatores isso não acontece com facilidade. E a ausência do colaborador por motivos de saúde é um deles.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Como o debate de ideias aprimora nossa inteligência

Tenho certeza de que você concordará se ouvir que, de maneira geral, nós, seres humanos, tentamos evitar conflito.

people-2557396_640

“Na maior parte do tempo, estamos tentando nos dar bem com as pessoas”, diz Liz Stokoe , professora de análise de conversas da Universidade de Loughborough, no Reino Unido.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

‘O ambiente de trabalho está matando as pessoas’

Para especialista, as longas jornadas e a insegurança deixam as pessoas doentes e cortam produtividade

Jeffrey Pfeffer, professor de comportamento organizacional na Graduate School of Business, da Universidade de Stanford. Foto: Universidade de Stanford

Jeffrey Pfeffer, professor de comportamento organizacional na Graduate School of Business, da Universidade de Stanford. Foto: Universidade de Stanford

Empresas estão criando locais de trabalho tóxicos, com insegurança sobre o emprego e longas horas de trabalho, o que têm derrubado a produtividade de funcionários. Essa é a avaliação do professor de Stanford, Jeffrey Pfeffer, especialista em comportamento organizacional. Confira os principais trechos da entrevista.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

No Canadá, policiais são obrigados a fazer meditação antes de ir às ruas

zen-2907290_1280

Agir sob stress no trabalho nunca é bom. Mas perigoso ainda é quando você lida diretamente com pessoas em sua profissão e está armado, como é o caso dos policiais. Para evitar casos de abuso de violência, o governo de Ontario, no Canadá, achou uma ótima solução: por lá, todos os policiais são submetidos a sessões de meditação antes de ir para a rua.

CONTINUE LENDO A MATÉRIA

Continue reading

Uma soneca para ficar mais inteligente

Passar noites em claro tem vários efeitos, inclusive sobre nossa capacidade de concentração

cat-800760_1280

Passar noites em claro tem vários efeitos, inclusive sobre nossa capacidade de concentração, resolução de problemas e aprendizagem. “Um adulto em estado de vigília contínua por 21 horas tem aptidões equivalentes às de alguém alcoolizado a ponto de ser legalmente impedido de dirigir”, afirma o professor Sean Drummond, da Universidade da Califórnia em San Diego. Segundo ele, passar duas ou três noites seguidas dormindo tarde e acordando cedo pode provocar o mesmo efeito. Ou seja, do ponto de vista da cognição, é como se dormir bem (obviamente sem excessos) nos tornasse mais inteligentes – pelo menos mais do que podemos ser quando passamos tempo demais acordados. Uma pesquisa desenvolvida na Universidade de Lübeck, na Alemanha, com 191 adultos mostrou que dormir bem durante a noite é fundamental para nos lembrarmos melhor do que aprendemos. Isso ocorre porque durante o descanso ocorre a síntese de proteínas responsáveis pelo desenvolvimento de conexões neurais, o que aprimora habilidades como a memória. Quando dormimos, nosso cérebro seleciona as informações acumuladas, guardando aquilo que considera importante, descartando o supérfluo e fixando, assim, lições que aprendemos ao longo do dia. Por esse motivo, quem dorme mal, geralmente, tem dificuldade em lembrar-se de situações simples, como episódios ocorridos no dia anterior ou nomes de pessoas próximas.

Fonte: Mente Cérebro  - Foto: Shanon para Pixabay